segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Haiti...com o tempo são esquecidos


Estava eu a fazer o que sempre faço quando chego a casa, ler os meus emails e a tv num dos muitos canais de música, onde passam por vezes actuações de vários artistas que foram feitas para angariar fundos para o Haiti.

Ora, comecei a pensar... Nas primeiras semanas, ouvimos falar imenso desta catástrofe que fez inúmeros mortos, destruiu quase tudo deixando famílias inteiras a viver na rua por simplesmente não existir locais onde se abrigarem. No entanto, como acontece com todos os acontecimentos deste género, estes países e as suas desgraças vão caindo no esquecimento quando deixam de ser notícia.

Ok, eu sei que também temos os nossos males por cá, sei que a Madeira neste momento também está com um enorme problema, mas também sei que no Haiti, se forem esquecidos, eles não vão conseguir recuperar e o que será daquela gente? Todos sabemos que eles não têm capacidade para superar esta catástrofe. Se a tivessem, os corpos não tinham sido acumulados à beira das estradas e nem tinham usados para assaltarem os camiões com a ajuda proveniente dos outros países. E sim, eu sei que os nossos cá também estão a passar por muito e que ficaram sem nada.

Então, o meu apelo aqui é que não seja esquecido o Haiti e que até a Madeira estar recuperada que esta também não seja esquecida. Falo aos grandes e poderosos e também a cada um de nós, pois já é uma ajuda, se tentarmos que estes povos não caiam no esquecimento.



4 comentários:

Anónimo disse...

eu cá acho que não foram completamente esquecidos, já deixou é de ser novidade, se já nada há para falar. continuam a ajudar. continuam a ligar para lá. eu cá continuo.

Raffa disse...

Não concordo na íntegra com o que escreveste. É certo que as televisões são de picos: passam meses a falar de uma só notícia, horas e horas, e passam outros meses sem nada de relevante para publicarem.

No entanto, nada é esquecido desde que abale uma população, ou até mesmo o mundo! Um exemplo? Muito bem! 11 de Setembro. É um marco na vida de todos os americanos, e acho que ninguém ficou indiferente com o que aconteceu. Não estou a querer comprar uma catástrofe natural com um atentado, pois apesar das mortes, são motivos de revolta bastante distintos, mas penso que seja o principal motivo pelo qual as pessoas não esquecem o seu passado tão depressa. E nem é preciso ir tão longe, nem falar de acontecimentos relativamente recentes, com apenas alguns anos. Basta pensar no terramoto em Lisboa de 1755 e no Titanic...

As pessoas só esquecem se não lhes tiver servido de lição e se forem ignorantes ao ponto de não percebem como as coisas funcionam.

asmodeux disse...

claro que são esquecidos ó pá morreram uns 2 ou 3 milhões desde essa data de fome sede, cólera e ninguém deu nada por eles
a madeira são 42 mortos no Mali foram mais de 400 e ninguém falou deles dia 23 mais um ataque em bagdad quantus amputados? e quantos continuam a morrer por cancro desde os bombardeamentos de 91 e seguintes com bombas com dardos cinéticos de Urânio

asmodeux disse...

e o que esse rafa diz é palermice morreram há 15 anos num pais com 6 milhões 1/6 da população
900mil pessoas mortas á catanada 10mil bébés foram esmagados com pedras e cortados em postas no Ruanda e quem se lembra deles foi feito um filmezinho morreram 900 num barquinho e temos o Titanic
portanto....
alguns lembram-se de um holocausto mas a maioria